Mamoplastia

Procedimentos para deixar os seios mais bonitos

Existem três procedimentos na região das mamas que são comumente procurados: a mamoplastia de aumento ou plástica de inserção de prótese de silicone nos seios, mamoplastia de redução mamária e a elevação das mamas (mamoplastia de elevação ou mastopexia). Mas qual a diferença entre estes procedimentos e para qual caso cada um deles é indicado?

A mamoplastia de aumento é a técnica utilizada para aumentar o volume na região mamária, bem como proporcionar melhor formato e consistência aos seios. Ela pode ainda corrigir a assimetria mamária, ou seja, igualar seios com tamanhos diferentes.

O procedimento de mamoplastia de aumento é realizado através do implante de uma prótese de silicone, cujo volume será decidido após avaliação médica, quando o cirurgião define o tamanho que ficará mais harmônico com o corpo da paciente, proporcionando um resultado natural.

Já a mamoplastia redutora é aconselhada para mulheres que sentem seus seios desproporcionais ao tamanho do corpo, com eventuais problemas de coluna e outras questões de saúde, além de terem afetadas negativamente sua autoestima. Nesse procedimento, o cirurgião plástico retira o excesso de volume na região mamária, bem como gorduras e sobras de pele. Assim, os novos seios terão um volume mais apropriado à silhueta da mulher e apresentarão também melhora na firmeza.

A mastopexia, ou mamoplastia de elevação, é o procedimento indicado principalmente para mulheres que passaram por grandes perdas de peso, ou mesmo por uma gravidez, e que tiveram posteriormente flacidez e ptose (queda) nas mamas. A mastopexia é realizada através da retirada da pele excedente na região, o que melhora o aspecto da flacidez e proporciona maior firmeza, além da elevação dos seios.

 

Voltar